header

Registo/Licença nº 2 -1487 – Autorização de produção de
plantas hortícolas certificadas ao abrigo do D.L. nº329/2007


História


7 de Setembro de 1988 – Constituição da empresa Germiplanta, Viveiros de Plantas, Lda.

Âmbito: Produção de plantas hortícolas em ambiente controlado.

A Germiplanta, Viveiros de Plantas, Lda nasceu com três sócios fundadores e instalou-se com uma área coberta de 1200m2, 150m2 dos quais ocupados por uma estrutura produtiva reduzida, um pequeno semeador e uma câmara de germinação artesanal.

1991 - Com 3 anos de existência e uma gama de clientes limitada aos agricultores que os sócios conheciam o volume de plantas inicial de 1.200.000 plantas subiu para 11.000.000 plantas, introdução de sistema informático de gestão.

1994 - Aumento da área de produção.

1995 – A evolução da empresa foi sendo acompanhada com a admissão de colaboradores existindo um incremento do sistema produtivo com a construção de um pavilhão de produção e a estrutura social da empresa que ainda hoje se mantêm.

1997 - No pavilhão de produção estão instalados 2 semeadores, 3 câmaras de germinação, todo o sistema de bombagem das águas de rega. É adquirido um semeador topo de gama, o mais evoluído da Europa, uma máquina de lavagem e desinfecção de tabuleiros, à data única no país, bem como outra máquina de esterilização a ar quente, passando ainda pela instalação de caldeiras a gás em todas as estufas.

1997/1999 - Projecto PAMAF 6001- I&D – Parceiros: DRABL, Germiplanta, Lda, Escola Superior Agrária de Coimbra, Instituto Superior de Agronomia.

A 30 de Julho de 2000 o sócio fundador Uziel Carvalho assumiu a empresa na sua totalidade sendo agora a Germiplanta, Lda uma empresa familiar.

2002/2005 - Projecto AGRO medida 7 – Parceiros: DRABL, Germiplanta, Lda, Escola Superior Agrária de Coimbra, Agro-Sanus.

2005 - 100.000.000 de plantas produzidas. Inicio da certificação em Produção Integrada. 38 Colaboradores, dos quais 9 são quadros superiores, todos efectivos.

2006 / 2010 - Reestruturação da empresa após intempérie de 04/03/2006 – Projecto de investimento apoiado pelo PRODER - Construção de estufas, pavilhão de apoio à produção e cais de carga.

2009 - Projecto de produção de energia eléctrica a partir de Painéis foto voltaicos. Projecto de investimento apoiado pelo AGRO

2009 – Início de produção de plantas hortícolas certificadas.

 
Processo de Produção


Inicia-se o processo de produção com a recepção dos tabuleiros vindos da expedição, onde serão imediatamente sujeitos a um processo de lavagem e desinfecção química e térmica, para entrarem no ciclo produtivo. Em alternativa, esses tabuleiros poderão ser armazenados caso não sejam necessários na produção.

Na tarefa de sementeira, os tabuleiros são preenchidos com substrato e semeados automatizadamente. Seguem em paletes para câmaras de germinação, onde permanecem um tempo variável consoante diversos factores, tais como, a espécie, variedade e condições de germinação da semente.


As paletes são posteriormente conduzidas por empilhador ou camião para as unidades de produção – estufas – e distribuídas de acordo com a variedade e tipo de tabuleiro, permanecendo nas estufas até a planta possuir o porte adequado para ser expedida e o tempo de permanência é variável consoante a espécie, variedade e condições climatéricas (2 a 14 semanas).

Quando as plantas apresentam as características desejáveis à expedição, os tabuleiros são colocados em estruturas adaptadas para este tipo de transporte e conduzidas até aos clientes.

 
Encomendas

 
Objectivos


O objectivo da empresa consiste em melhorar a qualidade na produção recorrendo às boas práticas agrícolas e rentabilizar os recursos humanos, promovendo uma melhoria das condições de trabalho através de uma política de segurança e saúde do trabalho.